Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo Festival Musicas do Mundo Sines

Canções líquidas das Molucas correm pelo jazz de Boi Akih

Boi akih 1 970 2500
04 Maio 2017

Nas Ilhas Molucas, as canções são líquidas. Cantam-se vezes sem conta junto ao mar, vão mudando de forma com os tempos. São elas que inspiram o sétimo álbum deste grupo de jazz de Amesterdão. A ligação melanésia é direta no caso da cantora Monica Akihary, com raízes naquele arquipélago. Foi ela quem escreveu os textos, na língua de Haruku, a ilha do seu pai. Os outros músicos são o guitarrista e compositor holandês Niels Brouwer (que com Monica forma o núcleo do grupo, desde 1996), o clarinetista alemão Tobias Klein e o percussionista japonês Ryoko Imai. Em "Liquid Songs", a tradição da Molucas está presente nas composições, mas em fragmentos. Mal se reconhece como tal. E se assim se respeita o espírito destas canções sagradas: adaptáveis a cada tempo, moldando-se ao lugar que atravessam, como a água.